Notícias

O câncer de mama e o câncer de forma geral não tem uma causa única. Seu desenvolvimentodeve ser compreendido em função de uma série de fatores de risco, alguns deles modificáveis, outros não.

O histórico familiar é um importante fator de risco não modificável para o câncer de mama. Mulheres com parentes de primeiro grau (mãe ou irmã) que tiveram a doença antes dos 50 anos podem ser mais vulneráveis.

Entre outros fatores de risco não modificáveis estão o aumento da idade, a menarca precoce (primeira menstruação antes dos 11 anos de idade), a menopausa tardia (última menstruação após os 55 anos), nunca ter engravidado ou ter tido o primeiro filho após os 30 anos.

Já os fatores de risco modificáveis bem conhecidos até o momento estão relacionados ao estilo de vida, como o excesso de peso e a ingestão regular (mesmo moderada) de álcool. Alterá-los, portanto, diminui o risco de desenvolver a doença. No entanto, a adoção de um estilo de vida saudável nunca deve excluir as consultas periódicas ao ginecologista, que incluem a mamografia anual a partir dos 40 anos de idade.

Sintomas:

O sintoma mais comum de câncer de mama é o aparecimento de um caroço. Nódulos que são indolores, duros e irregulares tem mais chances de ser malignos, mas há tumores que são macios e arredondados. Portante é importante ir ao médico. Outros sinais de câncer de mama incluem:

  1. Inchaço em parte do seio
  2. Irritação da pele ou aparecimento de irregularidades, como covinhas ou franzidos, ou que fazem a pele se assemelhar a casca de uma laranja
  3. Dor no mamilo ou inversão dele para dentro
  4. Vermelhidão ou descamação do mamilo ou pele da mama
  5. Saída de secreção (que não leite) pelo mamil.
  6. Caroços nas axilas.
 
Mais Artigos...
Agendamento de Exames
Atendimento

Orientação para Exames
Saiba como se preparar para seu exame
Como chegar
Localize o Centro de Diagnóstico
Qualidade de Vida